O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Comunidade Santíssimo Redentor marca presença no Grito dos Excluídos 2013

A participação iniciou-se com a missa celebrada por Dom Odilo, na Catedral da Sé.

Este ano o grito do dia dos excluídos foi pela juventude. Com um lema "Juventude que ousa lutar, constrói o projeto popular". E a comunidade Santíssimo Redentor marca presença como Vida Religiosa Consagrada gritando e protestando juntamente com o povo.

A participação iniciou-se com a missa celebrada por Dom Odilo, na Catedral da Sé, onde a equipe da comunidade se organizou na Praça da sé e saíram em direção ao monumento da Independência.

Durante o percurso, que durou mais de 2horas de caminhada, onde cada instituição subia no carro de som, dando o seu grito, juntou-se forças com toda a população que caminhava, fazendo com que seu grito fosse visível aos olhos daqueles que não querem ver.

A equipe da comunidade Santíssimo Redentor levou o grito das Mulheres que sofrem violência, que são traficadas e que por muito são silenciadas por um poder que oprime. E com cartazes nas mãos juntaram-se aos outros milhares que reivindicavam uma libertação, uma independência, pois, na maioria das vezes, são realidades que não só estão excluídas, como também não consegue a tão sonhada independência. Independência esta que devia nos dar condições mínimas de dignidade e vida.


Fonte: Comunidade Santíssimo Redentor

Voltar 


novembro 2017
 DSTQQSS
S   1234
S567891011
S12131415161718
S19202122232425
S2627282930  









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069