O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Unidade Oblata de Juazeiro prepara atividade atrativa nos locais de prostituição

A ideia é refletir a regulamentação da prostituição nos locais de abordagem na cidade.

Na última quarta feira, 1º de outubro, as Agentes da Pastoral da Mulher de Juazeiro, Unidade Oblata no Vale do São Francisco, estiveram reunidas estudando o tema da Regulamentação da Prostituição a fim de refletir sobre ele nos locais de abordagem na cidade. 

A ideia da equipe é discutir o tema com as próprias mulheres abordadas, enriquecendo o conhecimento delas, retirando as dúvidas ampliando as certezas que muitas já apresentam, pois já é visto que a maioria possui um posicionamento inicial. Segundo a pesquisa realizada em 2013, pela Pastoral da Mulher, das 120 mulheres entrevistadas, 59% responderam que são a favor da regulamentação contra 35% que disseram ser contrárias. Dentre elas, 6% não souberam responder. 

O momento foi conduzido pela coordenadora da Pastoral, Fernanda Lins, que facilitou o estudo disponibilizando o projeto de lei PL 4.211/2012 (Lei Gabriela Leite), através de um vídeo do qual o deputado Jean Wyllys explica a lei, textos diversos com vários posicionamentos a respeito da regulamentação, bem como o posicionamento de alguns países frente à prostituição e o depoimento de Sandra Sanchez, no vídeo "Nenhuma mulher nasce para puta".

Em seguida, as agentes avaliaram estratégias de abordagem nos locais, sendo uma delas a de levar uma encenação teatral sobre o tema com as mulheres do Grupo de Teatro Mariart`s. Além disso, outro material informativo será distribuído, trata-se de uma cartilha em formato de “gibi” - revista em quadrinhos, com um diálogo entre duas mulheres sobre a regulamentação.

Fonte: Pastoral da Mulher de Juazeiro

Voltar 


novembro 2017
 DSTQQSS
S   1234
S567891011
S12131415161718
S19202122232425
S2627282930  









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069