O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

sábado, 15 de novembro de 2014

"Diálogos pela Liberdade: prostituição e corporeidade” será realizado na Escola da Enfermagem da UFMG

O evento acontecerá nos próximos dias 18,19 e 20 de novembro.

Em parceria desde 2007, a Pastoral da Mulher de Belo Horizonte (Unidade Oblata no Estado de Minas Gerais) e a Escola de Enfermagem da UFMG desenvolvem o Projeto “Práticas educativas na atenção à saúde de mulheres”, por meio de um trabalho de educação à saúde. Nas ações educativas busca-se discutir a importância do auto cuidado e exaltar os valores individuais, com intuito de melhorar a qualidade de vida dessas mulheres e sua condição de sujeito responsável pela própria saúde.

Este ano 2014, com a finalidade de refletir sobre o fenômeno da prostituição e sensibilizar à sociedade para enfrentar o estigma e o preconceito, estas duas entidades organizam conjuntamente, nos próximos dias 18,19 e 20 de novembro, o Seminário  "Diálogos pela Liberdade: prostituição e corporeidade”.

 

Objetivo Geral

Refletir sobre o fenômeno da prostituição e sensibilizar à sociedade para enfrentar o estigma e o preconceito

Objetivos Específicos

- Contextualizar e caracterizar a situação atual da prostituição no Brasil e no município de Belo Horizonte.

- Apontar as necessidades de atenção à saúde das mulheres em situação de prostituição.

– Analisar criticamente o estigma e o preconceito que recai sobre elas Desenvolver uma visão crítica da prostituição para a sociedade e o sistema de saúde

– Debater questões relacionadas às políticas públicas voltadas para esse público. 

 

O evento compreenderá exposições realizadas por convidados que tenham experiência teórica e prática na área, seguidas de discussão ampliada pela plenária.  Haverá avaliação dos participantes sobre os temas apresentados. 

Serão realizadas mesas redondas, projeção de documentário, exposição de trabalhos, além de uma programação cultural com apresentações artísticas, visando enfatizar o valor da cultura negra para a sociedade e para o país.


PROGRAMAÇÃO:

Dia 18/11/2014

14:00- 14:30

 

 

Abertura

Profa. Eliane Marina Palhares Guimarães - Diretora da Escola de Enfermagem UFMG

José Manuel L.  Uriol – Coordenador da Pastoral da Mulher de BH

Eliana Aparecida Villa – Coordenadora do Projeto de Extensão: Práticas educativas na atenção à saúde de mulheres.  PROEX/Escola de Enfermagem UFMG

 

14:30  17:00 h

Mesa Redonda:  Prostituição:  gênero,  etnia  e corporeidade.

Debatedoras:

Letícia Cardoso Barreto é doutoranda em Psicologia Social, e psicóloga pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Regina Medeiros- Doutora em Antropologia Social e cultural pela Universitat Rovira i Virgili em Espanha. Professora do Departamento de Ciências Sociais da PUC Minas.

Juliana Jayme  - Doutora em Ciências Sociais/UNICAMP. Professora da Pós-graduação em Ciências Sociais da PUC Minas.

Cleide Hilda Souza-  Historiadora. Integra a  Executiva Estadual do Movimento Nacional das Entidades Negras.

Dia: 19/11/2014

 

14:00 – 15:00h

Exibição do Documentário  “O que a vida fez da gente e o que a gente fez da vida” -- sobre experiências de vida de mulheres da prostituição

Comentários: Jose Manuel L. Uriol

 

 

15:00 – 17:00h

 

 

 

Mesa redonda: “Saúde física e psicológica das mulheres que exercem a prostituição”

Debatedoras:

Alessandra Sampaio Chacham- Doutora em Demografia/UFMG. Professora da PUC Minas. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia da Saúde e saúde e direitos reprodutivos, prevenção AIDS/DST, corpo e sexualidade, saúde e direitos sexuais.

Isabel C. Brandão – Psicóloga, com  Pós-Graduação  em Análise Institucional, Esquizoanálise e Esquizodrama. Trabalha desde 2008 na Pastoral da Mulher.

Eliana Aparecida Villa - Doutora em Educação. Professora do Dpto Enfermagem Aplicada da EE/ UFMG. Coordenadora do Projeto “Práticas educativas na atenção à saúde de mulheres"

Dia: 20/11/2014 -  na Sede da Pastoral da Mulher de BH- Av. Santos Dummont, 326 – Centro

 

14:00 –17:00 

 

Tarde Cultural:  “Dia da Consciência Negra”

Apresentação musical: Di Lopes e Banda

Apresentação da arte (slides)

Apresentação: coreografia de Samba

INSCRIÇÕES:  de 28 de outubro a 17 novembro de 2014

Local: CENEX - Escola de enfermagem da UFMG (Av. Alfredo Balena, 190)

REALIZAÇÃO: Escola de Enfermagem da UFMG /Pastoral da Mulher de BH

APOIO: Pro Reitoria de Extensão da UFMG – PROEX


Fonte: Pastoral da Mulher de BH

Voltar 


agosto 2018
 DSTQQSS
S   1234
S567891011
S12131415161718
S19202122232425
S262728293031 









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069