O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Força Feminina celebra Páscoa com as mulheres

Teatro e Música são destaques na celebração de Páscoa.

Em clima de fraternidade e renovação, a Unidade Força Feminina celebrou com as mulheres a Festa da Páscoa, que foi marcada por dramatizações teatrais e música.

Inspiradas numa reflexão do Pe. Adroaldo Palaoro (SJ), sobre a Ressurreição de Jesus, a dinâmica da celebração consistiu na encenação da experiência dos três personagens que foram protagonistas diante do túmulo vazio: Maria Madalena, Simão Pedro e João, o discípulo amado.  Três mulheres representaram cada uma desses personagens, que expressam diferentes sentimentos e atitudes diante do acontecimento da morte e ressurreição de Jesus Cristo.

A ausência do corpo de Cristo no sepulcro despertou reações diferentes:

- Maria Madalena se precipitou e não conseguiu pensar na ressurreição como uma possibilidade. Simão Pedro inspecionou o sepulcro, mas não conseguiu tirar conclusões, no entanto João reconheceu pelos sinais, a beleza e o mistério: Cristo ressuscitou.

A partir dessa experiência vivencial cada mulher foi convidada a refletir:

Que sinais de ressurreição eu percebo em minha vida?  A partilha garantiu interação e expressão de belos sentimentos das mulheres, onde se percebeu a importância da espiritualidade na vida de cada uma delas em falas como:

“Jesus está presente sempre em minha vida,                                                           me guia e o sinal maior é a presença do Projeto na nossa vida!”

Nesse sentido, no encontro umas com as outras e no encontro consigo mesmas acontece o encontro com o Sagrado, com o Mistério.  A beleza se encontra nessa diversidade onde cada uma faz a experiência. E é nesse caminho de fé, que os sinais de ressurreição se mostram presentes, porque “a verdadeira Páscoa não acontece ao lado do sepulcro. Ela acontece quando os corações começam a pulsar de novo com um novo ritmo de vida e de esperança” (Pe. Adroaldo Palaoro sj).

Fonte: Unidade Força Feminina

Voltar 


junho 2017
 DSTQQSS
S    123
S45678910
S11121314151617
S18192021222324
S252627282930 









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069