O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Integrantes da Pastoral da Mulher de BH participam de Seminário realizado pela Fiocruz

O objetivo do seminário foi lançar e divulgar livro.

Nos últimos dias 12 e 13 de novembro/2015, Isabel Brandão (Psicóloga), Lucinete Santos (Educadora Social), Ir. Ivoni Grando (Religiosa Oblata) e Vanusa Lúcia (assistida pela Pastoral), integrantes da Pastoral da Mulher de Belo Horizonte, participaram de Seminário promovido pela Fundação Osvaldo Cruz (FioCruz), e realizado na Academia Mineira de Letras, no Centro de Belo Horizonte – MG.

O objetivo do seminário foi lançar e divulgar o livro “Dicionário Feminino da Infâmia: Acolhimento e Diagnóstico de Mulheres em Situação de Violência”, e promover discussões que levem a criação de políticas públicas de empoderamento das mulheres.

Com a criação de novas políticas públicas percebe-se que estas estão sendo eficazes. Ao refletir a Lei Maria da Penha constata-se que a ela vem dando visibilidade a problemática de violência contra a mulher, levando ao aumento das denúncias de violência e punindo os “agressores”. Contudo sabe-se que a luta não se esgota, uma vez que, ainda prevalece uma mentalidade fundamentada em padrões patriarcais e machistas que acabam justificando e banalizando as várias formas de violência contra a mulher.

O livro “Dicionário Feminino da Infâmia” foi escrito por várias autoras que desenvolveram pesquisas sobre a violência contra a mulher em várias partes do mundo e constataram que a realidade é a mesma: as mulheres em pleno século XXI seguem sendo vítimas da violência pelo fato de ser mulher. A violência de gênero soma-se as violências étnicas, raciais de classe social.

O evento contou com a presença das organizadoras do livro, as pesquisadoras Elizabeth Fleury Teixeira e Stela N. Meneghel.


Fonte: Pastoral da Mulher de Belo Horizonte/AssCom

Voltar 


junho 2018
 DSTQQSS
S     12
S3456789
S10111213141516
S17181920212223
S24252627282930









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069