O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Pastoral da mulher realiza monitoramento das atividades

A equipe avaliou como positivo os trabalhos realizados.

Com objetivo de garantir o bom desenvolvimento do trabalho e atender adequadamente aos desafios apresentados pelos projetos, a Pastoral da Mulher, Unidade Oblata de Juazeiro/BA, realizou entre os dias 30 de junho e 01 de julho, o monitoramento das atividades do primeiro semestre de 2016. Esse momento ocorre anualmente, sendo de grande importância para nortear a equipe da Pastoral referente aos avanços, dificuldades e adequações mediante à proposta de trabalho com as mulheres em situação de prostituição.

Na monitoria, que é a coleta sistemática e uma análise da informação de como um projeto progride, foram apresentados dados analisados de janeiro a maio de 2016. Sendo observado que, no período destacado, a Pastoral da Mulher de Juazeiro realizou 980 atendimentos, em 30 locais de prostituição visitados pelas trabalhadoras sociais, e beneficiou um total de 322 mulheres. Já na sede da instituição, foram atendidas 141 mulheres, totalizando 1044 atendimentos realizados. Já nas comunidades atendidas pela Pastoral, foram comtempladas 38 mulheres e realizados 153 atendimentos.

Dessa forma, avaliando a eficiência e a eficácia das ações realizadas pela Unidade Oblata em Juazeiro, tendo em vista os devidos encaminhamentos foram levantados, a equipe avaliou como positivo, nos âmbitos do trabalho interno e externo da Pastoral. Segundo Maria das Neves, educadora social, “a monitoria foi realizada com muita leveza, sentimos muita tranquilidade desde o início até a construção dos encaminhamentos levantados, e consequentemente refletirá na qualidade do nosso atendimento à mulher”.


O momento contou com a participação Irmã Oblata Lúcia Alves, Vice Provincial das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor (Província Santíssimo Redentor) e Alessandra Nascimento, coordenadora do Projeto Força Feminina – unidade Salvador BA, o monitoramento ocorreu com fluxo de muita informação e integração dos participantes. É sempre um desafio realizar o planejamento das atividades para acontecerem durante todo o ano, e esse momento de parada permite verificar com eficiência o que de certa forma vem sendo acertado e também o que pode estar ficando a desejar nesse processo.

Fonte: Pastoral da Mulher de Juazeiro

Voltar 


outubro 2018
 DSTQQSS
S 123456
S78910111213
S14151617181920
S21222324252627
S28293031   









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069