O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Pastoral da Mulher realiza avaliação anual das atividades em Juazeiro

O Projeto Oblata de Juazeiro se reúne para refletir as atividades e resultados de 2016.

Com o objetivo de acompanhar e capacitar a equipe de funcionários para o bom desenvolvimento do trabalho, atendendo adequadamente aos desafios apresentados pelos projetos de atendimento à mulher, foi realizada, nos dias 08 e 09 de novembro, a avaliação das atividades aplicadas durante todo o ano de 2016.


Sob a assessoria de Daniel Rech, a equipe de trabalhadores sociais esteve reunida para apresentar e refletir o trabalho realizado pela Unidade Oblata, assim como analisar os resultados alcançados.

A Pastoral da Mulher de Juazeiro realiza atualmente projetos capazes de garantir consideráveis impactos na vida das mulheres atendidas, tais como:

  • Atendimento;
  • Defesa e Garantia de Direitos e;
  • Projeto Institucional.
A partir destes projetos, são concretizadas as principais ações de intervenção social diante das demandas apresentadas cotidianamente pela realidade do público atendido.

Vale destacar que o ano de 2016 foi de muitas expectativas e realizações. Grupos de mulheres foram articulados e fortalecidos como resultado da eficiência e qualidade dos serviços oferecidos pela Pastoral. Neste sentido, a instituição ressalta que foram realizados 3.916 atendimentos nos locais de abordagem e acolhida na sede beneficiando assim cerca de 676 mulheres.

Não se pode deixar de frisar os desafios vivenciados nesse período, o que provoca na equipe sempre a necessidade de busca pela qualificação para superação das dificuldades que possam, de certa forma, fragmentar o bom relacionamento com a mulher em contexto de prostituição.

Já nos dias 10 e 11 de novembro, a Pastoral permaneceu reunida à luz dos aspectos ajustados durante o processo de avaliação para refletir e projetar as ações para a construção do planejamento das atividades a serem trabalhadas em 2017, tendo sempre à frente as melhores estratégias de aproximação, acolhida e escuta, promovendo à elas o fortalecimento para a busca pela superação da violação dos seus direitos.

Por Mônica Siqueira

Fonte: Coordenação da Pastoral da Mulher de Juazeiro

Voltar 


março 2017
 DSTQQSS
S   1234
S567891011
S12131415161718
S19202122232425
S262728293031 









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069