O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Pe. Julio Lancelotti se mantém firme e sereno a despeito das acusações que recebe

Mesmo injustamente atacado pela má mídia há mais de 3 semanas, Lancelotti permanece firme e recebe o apoio incondicional de dezenas de amigos de dentro e de fora da Igreja.

A inafiançável prática do bem
 
Quando se pratica o bem da maneira profética como o padre Julio Lancelotti vem fazendo com sua equipe há mais de 30 anos em São Paulo, na região central, bairro do Belém e arredores, ajudando jovens, adolescentes em situação de rua e crianças portadoras do HIV, além das populações de rua que sempre puderam contar com seu apóio e auxílio, com certeza mexe-se com o interesse de pessoas totalmente descomprometidas e insensíveis às causas sociais.
 
O que  uma vez mais assistimos na mídia, pode ser classificado como mais uma tentativa desesperada por audiência. Fatos são apurados de forma distorcida e um criminoso passa à vítima, colocando no banco dos réus anos de prática de justiça e assistência às pessoas mais necessitados e vítimas da violência real das ruas de São Paulo.
 
Nós, Irmãs Oblatas, que acompanhamos a luta pelosdireitos das mulheres em situação de prostituição, conhecemos bem as dificuldades e os perigos na atuação em favor da pessoa humana e por isso nos fazemos solidárias ao Padre Julio, não nos esquecendo de sua obra que é conhecida de todas(os), independente do espaço que possa a mídia oficial dar-lhe ou não.
 
Com indignação pela chuva de acusações sem provas ao sacerdote, reiteramos nossa posição solidária ao Padre Julio Lancelotti e aguardamos Justiça. Padre. Julio, suas obras em favor da criança, dos jovens e adolescentes falam por si, “e como poderia uma árvore ruim dar bons frutos?”
 
 
Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor
Agentes e Voluntárias(os) Leigas(os) Oblatas
São Paulo, 29 de outubro de 2007
Conheça outras adesões e opiniões nos sites
(noticia/Frei Betto)
(caso Julio Lancelotti)

Voltar 


abril 2017
 DSTQQSS
S      1
S2345678
S9101112131415
S16171819202122
S23242526272829
S30      









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069