O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quarta-feira, 21 de julho de 2010

ONU: 3 milhões são vítimas do tráfico de pessoas na fronteira nos EUA

Cerca de 3 milhões de latino-americanos são traficados pela fronteira sul dos Estados Unidos todos os anos, região que também registra o maior número de migrantes detidos no mundo.

Cerca de 3 milhões de latino-americanos são traficados pela fronteira sul dos Estados Unidos todos os anos, região que também registra o maior número de migrantes detidos no mundo.

A informação está contida no relatório do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, UNODC, divulgado na quarta-feira.

O documento "A Globalização do Crime: Avaliação da Ameaça do Crime Organizado Transnacional" examina dois fluxos: da América Latina para a do Norte, e da África para a Europa.

Segundo o relatório, existem 50 milhões de migrantes ilegais no mundo hoje. Dos que seguem para os Estados Unidos, 90% recebem assistência de traficantes, um mercado que gera US$ 6,6 bilhões por ano, o equivalente a mais de R$ 11 bilhões, para os criminosos.

Os migrantes viajam em comboios, a pé e através de túneis, mas a maioria ainda é traficada em caminhões. Eles são colocados em casas antes e após a travessia para cumprirem o pagamento pelo serviço irregular.

De acordo com o documento, muitos migrantes também viram reféns dos criminosos, que querem garantias para o recebimento do dinheiro.

A dinâmica da migração para a Europa é parecida. Cerca de 55 mil africanos foram traficados para o continente europeu em 2008. A maioria das rotas de contrabando de migrantes inclui trechos de terra e por mar em direção a ilhas europeias. As viagens são perigosas e os migrantes estão sujeitos à exploração.


A Europa tem a maior população de africanos do mundo e as remessas desses migrantes têm peso significativo no Produto Interno Bruto (PIB) de muitos países da África. (BF-Rádio ONU).

Fonte: Rádio Vaticano

16/07/2010

Voltar 


novembro 2018
 DSTQQSS
S    123
S45678910
S11121314151617
S18192021222324
S252627282930 









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069