O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Mulher é esfaqueada em hotel no centro de Belo Horizonte

A mulher foi levada para o hospital de Pronto-Socorro João XXIII. No hospital, a vítima contou que o rapaz a contratou para fazer um programa.

Uma mulher, de 64 anos, foi agredida com golpes de faca no Centro de Belo Horizonte, na tarde última terça-feira (30). O crime ocorreu no interior de um hotel na Rua São Paulo e o suspeito não foi identificado. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu, foi acionada e socorreu a vítima.

A mulher foi levada para o hospital de Pronto-Socorro João XXIII. No hospital, a vítima contou que o rapaz a contratou para fazer um programa, por R$ 10,00, mas se recusou a pagar e ainda a agrediu. Antes de fugir, o rapaz ainda roubou a sua bolsa.

A vítima foi atendida e encontra-se ainda internada no Hospital João XXIII. Militares do 1º Batalhão da PM fizeram patrulhamento na região, mas não conseguiram localizar nenhum suspeito.

 A barbárie da agressão sofrida por esta mulher na tarde de ontem deixou as suas colegas, e à Equipe da Pastoral da Mulher, Unidade Oblata em BH, em estado de profunda consternação e indignação.

Praticamente todos os meses, nos deparamos em BH com algum caso de violência sofrida por garotas de programa. Até quando teremos que aceitar essa situação de insegurança e vulnerabilidade que sofrem as mulheres que estão no âmbito da prostituição? Onde estão as autoridades? Onde está a segurança nesses locais? Que fazem os donos dos hotéis para garantir a vida e a integridade física destas mulheres? Diante da realidade que se apresenta e do descaso das autoridades queremos expressar nossa indignação e nosso propósito de continuar pressionando para garantir melhores condições de vida para as mulheres que estão em situação de prostituição.

Fonte: Pastoral da Mulher de BH

Voltar 


setembro 2017
 DSTQQSS
S     12
S3456789
S10111213141516
S17181920212223
S24252627282930









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069