O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Segundo dia de Encontro traz depoimentos de mulheres

Histórias provocantes que as mulheres passaram comoveram aos participantes.

Num momento de mística, a Pastoral da Mulher de Juazeiro, uma das Unidades Oblatas no Estado da Bahia, deu início ao segundo dia do XI Encontro da Rede Oblata, em Belo Horizonte/MG.

Com mensagens de reflexão e incentivo, a agente social da Unidade, Joice Oliveira, convidou aos presentes a introduzirem em seus corações o verdadeiro sentido da missão Oblata, com um momento de preparação dos sentidos para acolher os depoimentos das mulheres que seriam apresentados.

Em seguida, Fernanda Lins - coordenadora a Pastoral da Mulher de Juazeiro, exibiu um vídeo com depoimentos das mulheres atendidas pela Unidade. Ao término, duas mulheres atendidas pela Pastoral da Mulher de Belo Horizonte fizeram-se presente ao XI Encontro e deram seus depoimentos sobre suas experiências de exploração sexual. Uma delas inclusive, vivenciou o tráfico de pessoas – vivendo no exterior por longos anos, vítima de uma rede de Tráfico de Pessoas e só conseguiu sair  quando casou-se com um estrangeiro.

Em seus depoimentos, houve muita emoção e comoção por parte dos participantes do XI Encontro da Rede Oblata. Histórias provocantes e de revolta pela vida que essas mulheres passaram. Suas dificuldades, opressões e limitações experimentadas na situação de exploração sexual. “São assassinos de sonhos estes homens”, comentaram entre os depoimentos.

À tarde, após o intervalo do almoço, a equipe da Unidade de Juazeiro animou aos participantes com uma dinâmica, no intuito de deixar a todos com mais energia para a continuação da atividade no período vespertino.

As Unidades Oblatas, de Juazeiro, Salvador, Belo Horizonte e São Paulo, apresentaram pesquisas e dados vivenciados em cada unidade, sobre o funcionamento das estruturas que promovem a prostituição e a sua incidência sobre mulheres.

O segundo dia do XI Encontro da Rede Oblata foi encerrado com a apresentação das Unidades da Argentina, que trouxeram dados da realidade da prostituição em seu país, e da Unidade do Uruguai que destacou o fato da prostituição ser regulamentada no seu país.

Confiram novos depoimentos dos participantes do XI Encontro da Rede Oblata pelo link  http://www.youtube.com/watch?v=4PjnZa4TK38&list=UUOs2U6Vk3EwqeF3kDvS1GhA&index=1











Sandra, Ricardo (Argentina) e Lourdes (Uruguai)

Fonte: AssCom

Voltar 


abril 2017
 DSTQQSS
S      1
S2345678
S9101112131415
S16171819202122
S23242526272829
S30      









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069