O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Sensibilização
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Força Feminina realiza Ato Público contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Esta é mais uma ação resultante do Projeto Mulheres rompendo silêncios e denunciando violências.

Mais de 300 pessoas foram abordadas nesta tarde de terça (21/05) através do ato público para lembrar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. O evento, promovido pela Força Feminina em parceria com o CREAS (Centro de Referência Especializado da Assistência Social), foi realizado no Centro Histórico de Salvador.

A iniciativa tem o objetivo de conscientizar e promover a união de esforços no combate à violência, objetivando levar à população as formas de denuncia e de acesso à garantia de direitos, houve assim a distribuição de panfletos, com o envolvimento das mulheres do projeto, profissional do CREAS e do CAPS Gregório de Matos. Durante a panfletagem mulheres e funcionários refletiram com os transeuntes acerca da importância do Disque 100 e da necessidade de efetivar a denuncia sendo este um problema que afeta muitas famílias e que, muitas vezes, passa despercebido pela sociedade.

Esta é mais uma ação resultante do Projeto Mulheres rompendo silêncios e denunciando violências, que vem sendo desenvolvido pela Unidade com o apoio da SPM (Superintendência de Políticas para Mulheres), um dos objetivos é “Desenvolver estratégias efetivas de prevenção; e de políticas que garantam o empoderamento das mulheres na garantia dos direitos humanos”.

Para concluir os trabalhos mulheres e parceiros foram convidados a comparecer a Sede do Projeto Força Feminina onde foi ministrada uma palestra sobre “Violação dos Direitos: Implicações legais e éticas” proferida pela Advogada do CREAS Lorena Pinto.


Fonte: Unidade Oblata Força Feminina

Voltar 


abril 2017
 DSTQQSS
S      1
S2345678
S9101112131415
S16171819202122
S23242526272829
S30      









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069