O que fazemos
Belo Horizonte/MG
Salvador/BA
Juazeiro/BA
Sto Amaro-São Paulo/SP
Centro Vocacional Oblata
Acompanhamento Vocacional
Depoimentos
Divulgação
Países
Sobre Padre Serra
Abertura do Bicentenário
No Brasil
Artigos
Pesquisas
VII Encontro -2009
VIII Encontro - 2010
IX Encontro - 2011
Tráfico de Pesssoas
Encontro da Rede
Unidades Oblatas
Capítulo Provincial
Seminário
Comunicação
Encontro da Rede Oblata
Projetos Mundo
Projetos Brasil
Diga NÃO à violência contra Mulher
Capacitação
Outros
Comunidades
Comemorações
Cirandas Parceiras
Projetos Oblatas
Compartilhai
Jornal da Rede Pastoral Oblata
Pastoral da Mulher de Belo Horizonte - MG
Pastoral da Mulher de Juazeiro - BA
Economia Solidária
Tráfico de Seres Humanos
Prostituição
Violência Contra a Mulher
Jornal da Rede
Comunidade
Celebrações
Cursos
Oficinas
Igreja do Brasil
Cidadania
Direitos Humanos
Gênero
Projetos Pastorais
Cultura
Igualdade



A Espiritualidade Cristã é bíblica, nasce da Palavra de Deus e do contato com a realidade. Através dela, somos chamados a ser “Sal da terra, luz do mundo” (Mt 5, 13-16), testemunhas vivas da ação de Deus, do sopro do Espírito Santo sobre nós.

Dinâmica, a espiritualidade é fruto de um caminhar diário e evolui, amadurece a partir das experiências que fazemos do Espírito de Deus em nossas vidas.

De acordo com Irmã Maria Helena Braga, das Irmãs Oblatas, a espiritualidade de cada pessoa começa no momento de sua formação no ventre da mãe. “Somos portadores do sopro de Deus desde o momento da concepção. Ali, no ventre da mãe, nosso primeiro Sacrário, o Espírito de Deus já está presente, acompanhando toda a gestação”, explica.

Depois que nascemos nossa infância e juventude está pontuada de momentos em que podemos notar traços de espiritualidade, como: as orações que aprendemos com os pais, os ensinamentos dos avós, professores, enfim, de todas as pessoas que nos ajudaram a ter nossa primeira experiência de Deus. “A base de nossa espiritualidade está na família, é o que podemos chamar de espiritualidade caseira ou primeiras experiências com o Deus da vida.

Depende de nós o desenvolvimento desta fé”, esclarece a Irmã. Atualmente, vivemos em um mundo conturbado, com várias guerras, injustiças, exclusões, desrespeito e ausência de valores, mergulhada no consumismo e na busca indiscriminada do prazer. Uma sociedade que, como nunca, busca e tem sede de espiritualidade. Nesta busca se desorienta diante de tantas ofertas e muitas vezes se distancia do verdadeiro Manancial que é o Deus de Jesus. Concretização da bondade do Pai, Jesus deixa claro em todos os seus ensinamentos a opção pelos pobres e excluídos. Todas as parábolas contadas por Ele falam de misericórdia, perdão, escuta e acolhida; bases para o amadurecimento de nossa espiritualidade. No grupo que O acompanhou enquanto esteve entre nós aqui na terra, havia cobradores de impostos, pobres, doentes e mulheres descriminadas, machucadas, abandonadas; mostrando-nos que o caminho para a Redenção parte de uma atitude concreta diante do sofrimento, da realidade do outro.

Colaborou
Ângela Genova Sanches
jornalista

 


março 2017
 DSTQQSS
S   1234
S567891011
S12131415161718
S19202122232425
S262728293031 









 

Busca:
 

Na sua opinião, por que as mulheres estão curtindo sexo anal?

 
 

 


Home . Apresentação . Histórico . Mística . Missão . Cadastre-se . Localização . Links . Trabalhe Conosco . Contato
Copyright 2006 – Instituto das Irmãs Oblatas do SSmo Redentor - Todos os Direitos Reservados
fale conosco: info@oblatas.org.br Tel: 11 2673-9069